Escritório de advogados Adire infringe lei e é suspenso por dois meses

Escritório de advogados Adire infringe lei e é suspenso por dois meses

COMPARTILHAR
Promoção que seria válido por tempo limitado, de um mês, durou quase 5 anos

TÓQUIO – O escritório de advocacia, Adire, que fica em Tóquio, foi suspensa durante dois meses por violar a lei que proibe a propaganda enganosa.
Foi divulgada uma campanha onde não cobrariam o valor da taxa inicial, por tempo limitado, mas essa promoção durou quase 5 anos.
A Tokyo Bar Association (Associação de Advogados de Tóquio) suspendeu as atividades do escritório por dois meses.
Apesar de ser um escritório de advogados, cometeram essa infração, sendo que deveriam estar ciente das leis.
Cerca de 180 advogados atuam no escritório que fica no distrito de Toshima (Tóquio).

Na campanha, a empresa divulga que não cobra a taxa de inicial em casos de pedido de retorno de dinheiro pago em excesso, como pagamentos de dívidas. Muitas vezes, a pessoa paga uma dívida além do valor necessário e não sabe que tem o direito de receber a devolução.
No anúncio divulgado no site, a campanha de taxa zero é por tempo limitado no período equivalente a um mês, mas segundo a Agência de Direitos do Consumidor, a campanha é realizada há 4 anos e 10 meses, infringindo a lei que protege o consumidor contra a propaganda enganosa. A suspensão de 2 meses foi dada em fevereiro do ano passado.

A empresa pede desculpas aos clientes por ter causado esse transtorno.

A Federação Japonesa de Advogados Associados irá investigar melhor esse caso e a suspensão recebida.