Drone foi usado na busca por desaparecidos na erupção do Monte Ontake

Drone foi usado na busca por desaparecidos na erupção do Monte Ontake

COMPARTILHAR

Após três anos da erupção do Monte Ontake, onde 58 pessoas morreram e 5 ainda continuam desaparecidas, suas famílias puderam entrar pela primeira vez no dia de hoje, para realizar buscas no local, usando um drone.

No mês passado a agência meteorológica reduziu o nível de alerta de erupção para 1, o mais baixo, porém alguns municípios locais como a cidade de Kiso/Nagano, restringem o acesso a 1 km da cratera.

Desta vez, foi concedida uma autorização especial para a procura das pessoas desaparecidas.

O Drone sobrevoou uma faixa de 1 km próximo ao topo, onde há uma grande possibilidade de estar lá os desaparecidos. Voando em baixas atitudes, o drone é capaz de procurar vestígios que servirão de pistas para encontrar os desaparecidos. Cerca de 800 fotos foram tiradas pelo drone, que serão analisadas brevemente.