Brasileiros se destacam com importantes vitórias no maior evento de bodybuilding do...

Brasileiros se destacam com importantes vitórias no maior evento de bodybuilding do Japão

COMPARTILHAR
Realizado nesse domingo (5/8) em Nagoya, o NPCJ MID JAPAN CHAMPIONSHIP contou com a participação de vários atletas brasileiros disputando em diversas categorias, e alguns deles conseguiram importantes vitórias disputando o título com mais de 200 atletas.
Confiram como ficou a premiação entre os brasileiros:
Tony Koike conquistou o bi-campeonato na categoria “Men’s Physique”
Tony Koike, primeiro colocado na categoria “Men’s Physique”

Ricardo Akio ficou em segundo colocado nas categorias “Men’s Physique Masters 40+” e “Bodybuilding Masters 40+”

Ricardo Akio

Rafael Ferreira conquistou o título na categoria “Men’s Physique (N)”

Rafael Ferreira
Fernando Adachi, segundo colocado na categoria “Men’s Athlete Model B”
Fernando Adachi
Sakurada Hugo, campeão na categoria “Classic physique”
Sakurada Hugo

Entre as mulheres na categoria “bikini”, a grande vencedora foi a Cintia Kishimoto, em segundo Alexandra Hosotani e o terceiro lugar ficou para Vanessa Baptista Inazu.

Cíntia Kishimoto, primeira colocada na categoria bikini
Cíntia recebendo o apoio da família
Alexandra Hosotani, segunda colocada na competição
Vanessa Baptista Inazu, ficou com o terceiro lugar
Mas afinal, o que é o Bodybuilding?
O bodybuilding é muito mais do que um simples esporte. Trata-se de um processo bastante complexo que exige muita dedicação dos atletas. Ao contrário da maioria dos outros esportes, ele é praticado antes das competições, e o que se vê numa competição de fisiculturismo é o resultado de muito treino e esforço dos competidores.
Ser fisiculturista é praticar um estilo de vida, afinal, exige uma série de cuidados com a alimentação e com o uso de suplementos, e se você pensa que fisiculturismo é coisa de marmanjo, você está enganado! A mulherada também curte praticar bodybuilding e cultivar o “corpo esculpido”. Exemplo disso é a Alexandra Hosotani, que treina à oito anos e além de atleta, é personal trainer, dá aulas de “jump”, e também prepara alunas para participarem das competições.
Alexandra participou do evento pela primeira vez, e já conquistando o segundo lugar.
“As Xandetes”, como são conhecidas as alunas da Alexandra
Alunas e amigos

 

FOTOS: ALEX SANTOS