Sapatos de realidade virtual e lâmpadas obedientes são as tecnolgias em destaques...

Sapatos de realidade virtual e lâmpadas obedientes são as tecnolgias em destaques no Japão

COMPARTILHAR

A Cerevo está integrada num núcleo de empresas recentes que criam produtos para a Internet of Things.

A empresa tem um vasto leque de aparelhos ligados à internet, incluindo uma lâmpada controlada por comando de voz e sapatos de realidade virtual.

Assista no fim da matério o vídeo.
Takuma Iwasa, CEO da Cerevo, mostra como funciona as lâmpadas obedientes. A seguir, explica como funciona um inovador par de sapatos: “Os sapatos são o primeiro no mundo de realidade virtual. Incorporam muitos e diferentes tipos de sensores. Quando calçamos os sapatos e andamos com eles pelo mundo de realidade virtual, podemos sentir a superfície desse mundo de realidade virtual”, explica Takuma.

Reciclar papel sem usar água.

Um total de 118 companhias japonesas estão a caminho para a conferência da CeBIT em Hanover. Muitas delas vão apresentar produtos que já estão no mercado aqui no Japão, mas ainda vão ser apresentados no mercado europeu.

Um desses produtos é uma máquina da Epson que transforma papel usado em papel reciclado, pronto a usar de novo em minutos, sem uso de água.

Outro produto a estrear na CeBIT é o sistema de rastreamento da Hitachi.
O conceito é reunir, de modo anônimo, dados sobre como se deslocam as pessoas, em que direção e com que rapidez, para ajudar a gerir multidões em espaços públicos.
Ichiro Aryama, chefe arquiteto do sistema de rastreamento de fluxo da Hitachi, fala sobre a inovação: “É um sistema que usa lasers para fazer monitorização do movimento de pessoas e de objectos, sem que tenham de usar qualquer tipo de sensor. Usando os resultados desta monitorização pode pesquisar-se como as pessoas se movimentam.

Acordar bem e saber de tudo?

Enquanto muitos dos novos produtos serão vendidos a companhias e clientes governamentais, outras inovações são direcionadas diretamente para àvidos consumidores de tecnologia.
Iwasa, CEO da Cerevo, não duvida de que o futuro passa pela sua empresa: “É um robô doméstico com um projector. Pode andar pela casa toda sozinho. Sair do ponto de carregamento para o seu quarto, todos os dias às 7 da manhã e pode ouvir música e ver como está o trânsito no teto do quarto, ainda antes de se levantar. Este é o futuro do nosso produto,” Diz Iwasa.