Pais da menina vietnamita colocam flores onde seu corpo foi abandonado

Pais da menina vietnamita colocam flores onde seu corpo foi abandonado

COMPARTILHAR

Na tarde do dia 19 de abril último, os pais de Le Thi Nhat Linh, ou Rin-chan como é chamada no Japão, a menina vietnamita de 9 anos, cujo corpo foi encontrado sem roupas ao lado de um rio (canal de drenagem agrícola) em Abiko-shi, Chiba-ken,  foram pela primeira vez, colocar flores no local onde o corpo da sua filha foi abandonada.

Depois de receber explicações de policiais, os pais colocaram incensos e flores para a filha. A mãe, ao colocar um buquê de flores, desmontou-se em prantos, não conseguindo ficar de pé.

Enquanto isso, as investigações policiais continuam. O suspeito, Yasumasa Shibuya, de 46 anos, que era o presidente da Associação de Responsáveis dos Alunos da Escola onde a menina estudava, continua detido e se valendo do direito de permanecer em silêncio. Ele conversa informalmente, mas nos interrogatórios permanece sem dizer palavra.

A Polícia de Chiba tem encontrado registros de imagens de carros que parecem ser o do suspeito, em vídeo de câmeras de segurança da região. O carro passa por diversas vezes pelo caminho entre o local onde a mochila da menina foi encontrada e o local onde seu corpo foi abandonado, distante cerca de 20 km.

A Polícia faz análises detalhadas das imagens, para usá-las como provas da conduta do suspeito no dia do crime.